terça-feira, 29 de junho de 2010

Verdade Egoísta

O mundo gira...
A roda da fortuna também
Não sei onde está a minha sorte
Se ao menos fostes meu...
Destino...
Derruba tantas casas com fortes chuvas
É pão e circo...
Copa do mundo
O povo sofre clama por socorro
No meu peito um sentimento
Porque você não esta aqui comigo?
Não passa nada de novo na TV, saco...
Toda ela verde e amarelo
O sofrimento mudou de cor...
No meu coração rubro, sangue forte, quente, vivo
Nossa ali eram casas! Hoje desgraça...
Como ajudar? Como me ajudar?
Tenho velhos sapatos do meu filho
Doação...
Doa-se a mim, como me doei inteira a você
Mais um gol da seleção...
Liga pra mim não consigo ficar sem você...
Tantas cidades de baixo d’água...
Ai Deus tira de mim esse desejo... Não, não...
O livre arbítrio me faz enxergar a mim...
Desculpas...
Verdade egoísta.

4 comentários:

  1. Muito problema por fora e por dentro...

    ResponderExcluir
  2. Às vezes só o que a gente precisa é de um pouco de silêncio =)

    ResponderExcluir
  3. "Toda ela verde e amarelo
    O sofrimento mudou de cor..."

    ResponderExcluir
  4. "Não sei onde está a minha sorte"...
    quanto sentimento e valor há em ti minha querida!

    ResponderExcluir